Transporte

Chineses criam trem autônomo que anda sobre linhas pintadas no chão

A fabricante chinesa CRRC apresentou no dia 2 de junho sua nova aposta em transporte coletivo: o ART -“Autonomous Rapid Transit”.

O veículo híbrido foi desenvolvido buscando a combinação das melhores características do ônibus e do trem. Isso resultou em um veículo autônomo com grande capacidade de passageiros e sem a necessidade do uso de trilhos. O trem autônomo tem 32 metros de comprimento, 3,4 metros de altura e uma capacidade de acomodar mais de 300 passageiros.

O veículo é elétrico e a carga de energia que ele armazena permite que percorra um caminho de até 40km atingindo a velocidade de 70km/h. No lugar dos trilhos de metal, utilizados pelo modelo de trem tradicional, o veículo percorre seu caminho seguindo linhas que são pintadas nas ruas. Além disso conta também com sensores que são instalados no veículo e nas ruas por onde passa, permitindo que ele identifique obstáculos e evite acidentes.

O foco da fabricante é disponibilizar o veículo principalmente para pequenas e médias cidades, que não podem disponibilizar verba para pagar os elevados custos de sistemas e infra-estrutura que os modelos de trem tradicional exigem.

A inauguração do ART está prevista para 2018 na cidade de Zhuzhou, cidade localizada ao leste a província chinesa Hunan e apesar dos trens serem totalmente autônomos, inicialmente eles serão guiados pelos motoristas, para evitar acidentes e falhas até a perfeita adaptação.

Fotos: CRRC